Publicidade




CINEBOX



Ultra Cs



WHF RECEPTORES



OPENELETRONICOS



INTERNET



terça-feira, 27 de fevereiro de 2018

Parceria da Telebras com Viasat vai levar web para áreas remotas do Brasil - 27/02/2018

Parceria da Telebras com Viasat vai levar web para áreas remotas do Brasil - 27/02/2018



A estatal brasileira Telebras fechou nesta segunda-feira (26) um acordo com a norte-americana Viasat, que visa a colaboração mútua em negócios envolvendo o Satélite Geoestacionário Brasileiro de Defesa e Comunicações Estratégicas (SGDC-1). A parceria vai permitir o uso comercial da capacidade da banda Ka, o que vai possibilitar levar conexão de internet banda larga de alta velocidade para comunidades não atendidas nos cinturões urbanos — como áreas rurais e locais remotos do Brasil.

Expectativa é de atender 50 mil entidades públicas, como escolas, postos de saúde e de fronteira

A Telebras até tentou um leilão para venda de capacidade do SGDC-1 no ano passado, mas não conseguiu muitos interessados e a uma das mais prováveis a apostar no setor, a gringa Carlsbad, discordou dos termos do edital. Assim, o “plano B” foi ativado e, apoiada pela Lei 13.303/2016, foi costurada essa união com a Viasat.

Assim, a Viasat ficará responsável por fornecer infraestrutura para implementação do Plano Nacional de Banda Larga (PNBL), assim como para viabilizar os programas do governo voltados para a inclusão digital em faixas distantes dos grandes centros — a exemplo do Internet para Todos, Governo Eletrônico, Serviço de Atendimento ao Cidadão, Educação Conectada, entre outros. Em contrapartida, o grupo estadunidense poderá comercializar a banda Ka a partir do equipamento espacial, a aproximadamente 58 Gbps, com serviços para empresas, mercado de aviação civil e WiFi para residências sem cobertura.



O Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações vai desembolsar R$ 663 milhões e essa conectividade deve chegar a 50 mil entidades públicas, como escolas, postos de saúde e da fronteira, entre outras. São esperados R$ 3,3 bilhões em receitas revertidas pela Viasat, nos próximos anos. Os componentes devem chegar ao Brasil nos próximos dias e a expectativa é de que o projeto seja ativado em abril.

CREDITOS : TECMUNDO

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Parceria da Telebras com Viasat vai levar web para áreas remotas do Brasil - 27/02/2018

Parceria da Telebras com Viasat vai levar web para áreas remotas do Brasil - 27/02/2018



A estatal brasileira Telebras fechou nesta segunda-feira (26) um acordo com a norte-americana Viasat, que visa a colaboração mútua em negócios envolvendo o Satélite Geoestacionário Brasileiro de Defesa e Comunicações Estratégicas (SGDC-1). A parceria vai permitir o uso comercial da capacidade da banda Ka, o que vai possibilitar levar conexão de internet banda larga de alta velocidade para comunidades não atendidas nos cinturões urbanos — como áreas rurais e locais remotos do Brasil.

Expectativa é de atender 50 mil entidades públicas, como escolas, postos de saúde e de fronteira

A Telebras até tentou um leilão para venda de capacidade do SGDC-1 no ano passado, mas não conseguiu muitos interessados e a uma das mais prováveis a apostar no setor, a gringa Carlsbad, discordou dos termos do edital. Assim, o “plano B” foi ativado e, apoiada pela Lei 13.303/2016, foi costurada essa união com a Viasat.

Assim, a Viasat ficará responsável por fornecer infraestrutura para implementação do Plano Nacional de Banda Larga (PNBL), assim como para viabilizar os programas do governo voltados para a inclusão digital em faixas distantes dos grandes centros — a exemplo do Internet para Todos, Governo Eletrônico, Serviço de Atendimento ao Cidadão, Educação Conectada, entre outros. Em contrapartida, o grupo estadunidense poderá comercializar a banda Ka a partir do equipamento espacial, a aproximadamente 58 Gbps, com serviços para empresas, mercado de aviação civil e WiFi para residências sem cobertura.



O Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações vai desembolsar R$ 663 milhões e essa conectividade deve chegar a 50 mil entidades públicas, como escolas, postos de saúde e da fronteira, entre outras. São esperados R$ 3,3 bilhões em receitas revertidas pela Viasat, nos próximos anos. Os componentes devem chegar ao Brasil nos próximos dias e a expectativa é de que o projeto seja ativado em abril.

CREDITOS : TECMUNDO

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sobre nosso site Portal dos Decos

BEM VINDO AO PORTAL DOS DECOS! Temos Atualização AZ AMERICA, ATUALIZAÇÃO AZBOX, ATUALIAÇÃO DUOSAT, ATUALIZAÇÃO TOCOMSAT, ATUALIZAÇÃO TOCOMLINK, ATUALIZAÇÃO CINEBOX, AZAMERICA, AZBOX, DUOSAT,TOCOMSAT, TOCOMLINK, FREESKY, DREAMBOX, AZGOLD, AZ-AMERICA, GLOBALSAT, GIGABOX, MEGABOX, AKBOX, ALPHASAT, AMERICABOX, ATLAS, ATV, AUDISAT, AZ AMÉRICA, AZBOX, AZCLASS, AZFOX, AZFREE, AZGOLD, AZPLAY, AZPLUS, AZSAT, AZSKY, BOXAT, CINEBOX, CLONES, CLOUD HD, DONGLES, DREAMBOX, DREAMEDIA, DUOSAT, EUROSAT, EVOLUTIONBOX, FREEI, FREESATELITE, FREESKY, GALAXY, GENIO, GIGABOX, GLOBALSAT, GO SAT, ITV, MAXFLY, MEGABOX, MIUIBOX, NAZABOX, NEONSAT, NETFREE, NEWSAT, OMEGA, ONDUO, OPEN, OPENBOX, PERABOX, PHANTHERSKY, PHANTOM, PREMIUMBOX, PROBOX, SATBOX, SHOWBOX,SKYBOX, SKYSAT, SMARTBOX,SMARTONE, SONICVIEW, STARBOX,STREMIOBOX, SUPERBOX,TELEISAT,TOCOMBOX – TOCOMSAT, TOCOMLINK, TOCOMFREE, TOPFREE, TUNING UP, ULTRA-BOX, VIUBOX, VIVOBOX, VOLCANOBOX, ZATBOX, ZBOX e muito mais...!